Cátedra Carlos de Oliveira Colóquio virtual

Sara Rodrigues de Sousa

Carlos de Oliveira e o Turismo Literário em Portugal

A associação do vocábulo “Turismo” à obra de Carlos de Oliveira parece ser, ao mesmo tempo, necessária e problemática. Necessária por corresponder ao nome do seu primeiro trabalho poético, publicado em 1942, quando o autor tinha apenas vinte e um anos; problemática por esta obra não figurar, vinte anos depois, em Poesias, onde Carlos de Oliveira reuniu os livros publicados até essa data e por o título “Turismo” ter sido excluído quando, no compêndio Trabalho Poético, Carlos de Oliveira recuperou os poemas que inicialmente tinham sido publicados sob aquela designação. 

É certo que o ato de descartar somente a palavra “Turismo”, depois de recuperar a produção literária que originalmente lhe estava associada, sugere uma recusa face a este vocábulo que, à primeira vista, pode fragilizar uma intervenção que parte de uma proposta de aproximação entre a obra de Carlos de Oliveira e a noção de Turismo Literário. A proposta de abordagem que trazemos, contudo, far-se-á partindo de uma reflexão sobre o lugar do “Turismo” na literatura sobre Carlos de Oliveira, assim como na sociedade portuguesa do seu tempo, para, depois, refletir sobre possíveis formas de diálogo entre o legado do autor da Gândara (muito especialmente do seu legado literário, que evidencia a representação persistente de um espaço historicamente marcado) e o fenómeno do Turismo Literário em Portugal. Nesta secção da exposição ter-se-ão em conta não só propostas já existentes, mas também possíveis eixos de intervenção orientados para a divulgação e a promoção do conhecimento sobre o autor, a sua obra e a rede de bens patrimoniais que se lhe encontram associados.

Sara Rodrigues de Sousa é, desde 2010, Professora Auxiliar na Universidade Europeia e membro integrado do Centro de Estudos Comparatistas da Universidade de Lisboa. Os seus principais pontos de interesse relacionam-se como Poesia Ibérica Cancioneiril, Retórica, Semiótica e, mais recentemente, Turismo Literário. Entre as suas mais recentes publicações encontram-se  “Referencias judaicas en las «cosas de amores» del Cancionero General de Hernando del Castillo” (Revista de Cancioneros Impresos y Manuscritos, 9, 2020); “«Que venga toda fortuna»: Dom Diogo Pereira y Diogo de Mendonça, a partir de las justas reales de 1490” (Pragmática y Metodologías para el Estudio de la Poesía Medieval, Univ. of Alicante,  2019) and „Los estudios literarios en el diálogo entre literatura y turismo“ (En Busca de Nuevos Horizontes – Algunas líneas actuales en los estudios hispánicos, Húmus, 2018).

Weiter Beitrag

Zurück Beitrag

© 2021 Cátedra Carlos de Oliveira Colóquio virtual

Thema von Anders Norén