Cátedra Carlos de Oliveira

Romanisches Seminar - Universität Zürich

Mário cunha

Mário Cunha é argumentista desde 2005, sendo autor ou coautor de mais de duas dezenas de projetos de ficção audiovisual produzidos em Portugal. Escreveu séries, telefilmes e telenovelas, teatro e publicidade e publicou um romance e três livros juvenis, além de pequenas ficções em revistas literárias e artigos musicológicos. Atualmente é coordenador de escrita na Ukbar Filmes e ensina Guionismo na World Academy. Venceu alguns prémios nacionais e internacionais: em 2010, foi coautor e coordenador de argumento da série “Cidade Despida”, vencedora do International Film and Tv Festival, em Moscovo, na categoria de Best Detective Television Series; em 2011 recebeu um Emmy na categoria de Melhor Telenovela, enquanto coautor de “Laços de Sangue”; em 2016 adaptou para Portugal a série “Betipul” com o título “Terapia” e venceu o prémio Melhor Programa de Ficção da Sociedade Portuguesa de Autores no ano seguinte. Recentemente, integrou a equipa de guionistas de “Glória”, primeira série portuguesa para a Netflix, e coordenou a escrita dos dez telefilmes “Contado por Mulheres”, sendo o autor do argumento de dois deles: “Vizinhas”, adaptação do conto homónimo de Teolinda Gersão, e “A Hora dos Lobos”, adaptação do romance “Alcateia”, de Carlos de Oliveira.

Weiter Beitrag

Zurück Beitrag

© 2021 Cátedra Carlos de Oliveira

Thema von Anders Norén